Livro apresenta ideais e histórias da simplicidades voluntária no Brasil

01/06/2015

Mudar o estilo de vida, reduzir o consumo ao mínimo necessário, repensar prioridades. Por uma Vida Mais Simples mostra por que a simplicidade voluntária se tornou um verdadeiro fenômeno de comportamento.

 

NÃO QUERER É PODER

 

A expressão pode não ser de todo familiar, mas “simplicidade voluntária” traz, em sua essência, uma máxima bem conhecida: menos é mais. Na contramão do consumismo, um número cada vez maior de pessoas está, aos poucos, questionando o próprio estilo de vida, pensando menos no acúmulo de bens e mais na satisfação pessoal. Voluntariamente, elas optam pela simplicidade e por viver experiências mais gratificantes.


Longe de ser um movimento organizado, a simplicidade voluntária é um fenômeno social contemporâneo sem causa única e nenhuma regra. O que move homens e mulheres é a perda do sentido de “ser”, um cansaço profundo do “quantitativo” (dinheiro, bens, seguidores em redes sociais). Na prática, significa ter mais tempo para si mesmo e para aquilo que realmente importa na vida. Não é uma fórmula para a felicidade, mas um caminho. Simples assim.
 

SIMPLIFIQUE, SIMPLIFIQUE, SIMPLIFIQUE


Conciso, mas muito bem fundamentado, Por uma Vida Mais Simples apresenta uma síntese histórica da ideia de simplicidade e de como, a partir dela, amadureceu o atual conceito de simplicidade voluntária. Para tanto, André Cauduro D’Angelo conduz o leitor em um tour que parte da filosofia grega, passando pelo ascetismo religioso, pelas concepções de Henry Thoreau até chegar ao pensamento contemporâneo, norteado pelas profundas transformações no modo de vida desde o início do século 20.

 

O livro também narra histórias de pessoas que, em algum momento, se viram descontentes com a vida que levavam, desconfortáveis em meio à abundância material e à ausência de significados. E decidiram mudar.

 

Seja alterando pequenos hábitos, seja por meio de uma mudança radical, os voluntários da simplicidade contam como encontraram na parcimônia e na modéstia o sentido para uma vida mais leve e feliz.

 

* O livro tem prefácio da jornalista e escritora Danusa Leão, que também abriu mão de velhos hábitos em prol de uma vida mais simples.


* A simplicidade voluntária vem sendo cada vez mais discutida, ganhando espaço nos meios de comunicação convencionais e digitais. Já são inúmeros os sites e blogs que tratam do assunto.


* O programa Globo Repórter, da Rede Globo, deu mais visibilidade ao tema em recente edição de 13 de março, abordando os brasileiros que descobriram como viver melhor gastando menos.
 

 

 

 

Share on Facebook
Please reload

© 2017 André D'Angelo - Criado pela Balz Comunicação.