Sobre totens e tambores


Standards de reconhecimento são como deuses primitivos. mas acreditar neles é uma opção, não um destino.

Artigo publicado na Revista Leaders, dezembro de 2007.