Com logo ou sem logo?


Marcas, diferentemente do que se pode supôr, não são tiranas. Mais parecem softwares livres sobre os quais consumidores e sociedade elaboram usos, significados e emoções.

Artigo publicado originalmente na Revista Leaders, dezembro de 2006.